Scroll Top

Praias em Peniche

O mar continua a ser um dos maiores pontos de interesse e desenvolvimento e as praias de Peniche são das mais apreciadas. Enquanto as baías da Consolação e do Baleal oferecem um ótimo abrigo para um dia de praia em família, as ondas da costa oeste, como é o caso da praia dos Supertubos (super onda tubular), são muito procuradas por surfistas e bodyborders de todo o mundo. Não é por acaso que foi eleita uma das 7 maravilhas de Portugal. É ainda o palco do MEO Rip Curl Pro Portugal, evento integrante da liga de surf mundial.


Praia dos Supertubos

Medão Grande é o nome da praia onde podemos encontrar a onda rainha de Peniche. Mais conhecida por Supertubos é também chamada de Pipeline Europeu.
O nome diz tudo. Praia com fundo de areia, ondas muito tubulares e rápidas.

Maré – vazia a encher
Swell – sul e oeste
Vento – leste e nordeste
Nível de dificuldade – 3 / 5
Tamanho max. da onda -acima dos 3 metros.

Lat.: 39° 20.689′ N
Lon.: 9° 21.871′ W


Praia Norte

Praia extensa com fundo de areia, picos múltiplos desde Peniche até ao Baleal.
Indicada para iniciantes.
Funciona com swell grande.

Maré – cheia
Swell – norte
Vento – leste e nordeste
Nível de dificuldade – 3 / 5
Tamanho max. da onda -acima dos 3 metros

Lat.: 39° 21.989′ N
Lon.: 9°21.348′ W


Porto Batel

Reef break com uma direita boa para surf e do outro lado o mini pipe, uma esquerda que quebra num fundo mundo raso.
Funciona com swell grande.

Maré – cheia
Swell – norte
Vento – leste e nordeste
Nível de dificuldade – 3 / 5
Tamanho max. da onda -acima dos 3 metros.

Lat.: 39° 19.354′ N
Lon.: 9° 21.548′ W


Molhe Leste

Pico de direita em fundo de areia formado pelo molhe leste.
Necessita de swell grande para funcionar.
Ondas excelentes para surf e bodyboard com secções longas e tubulares.

Maré – meia maré a encher
Swell – oeste / sul
Vento – quadrante norte e leste
Nível de dificuldade – 4 / 5
Tamanho max. onda – até 3 metros

Nota: Quando está grande entra sempre junto ao molhe.

Lat.: 39° 20.958′ N
Lon.: 9° 22.077′ W


Lagide

Reef  com esquerdas bastante compridas.
Não é uma onda tubular, mas muito engraçada de se surfar.
Iniciantes podem surfar ao lado do pico do lagide na prainha.
Aguenta swell grande.

Maré –  todas, mas é melhor na maré vazia a encher.
Swell – noroeste e nordeste
Vento – sul e oeste
Nível de dificuldade – 3 / 5
Tamanho max de onda – acima 4 metros

Nota: Cuidado com os ouriços.

Lat.: 39° 22.455′ N
Lon.: 9° 20.15′ W


Consolação

Direita longa que quebra sobre uma bancada de pedra. Melhor para o surf devido ás carateristicas da onda que é um pouco deitada.
Tem do outo lado da Fortaleza uma esquerda que também funciona, mas só com swell grande.

Maré – cheia
Swell – oeste
Vento – leste e nordeste
Nível de dificuldade – 4 / 5
Tamanho max da onda – acima dos 3 metros.

Nota: atenção às entradas e saídas que podem ser atribuladas devido aos calhaus.

Lat.: 39° 19.415′ N
Lon.: 9° 21.68′ W


Belgas

Beach break com múltiplos picos numa praia muito extensa e onde ainda se pode surfar com pouco crowd.
Aqui as ondas tem bastante power e pode por vezes dar grandes tubos quando está clássico.

Maré – todas
Swell – norte
Vento – leste e sudueste
Nível de dificuldade – 3 / 5
Tamanho max. da onda – acima dos 2 metros

Nota: Atenção às arribas, podem por vezes ceder e cair algumas pedras na praia.

Lat.: 39° 24.991′ N
Lon.: 9° 15.159′ W


Almagreira

Beach break com picos de direita e esquerda.
Praia com fundo de areia e algumas rochas, em dias certos pode dar ondas compridas e tubulares.

Maré – meia maré a encher
Swell – norte / noroeste
Vento – leste / sudeste
Nível de dificuldade – 2 / 3
Tamanho max. onda – até 2 metros

Nota: o fundo tem algumas rochas espalhadas, verifique na maré toda vazia.

Lat.: 39° 22.742′ N
Lon.: 9° 18.878′ W

in www.penichesurfguide.com

GuestCentric - Hotel website & booking technology
VeriSign Secured, McAfee Secure, W3C CSS compliant